20:28

Para o Meu Ex-Namorado

Desafio das Cartas (Dia 03)
Carta para o teu ex-namorado/amor


Hmm... O qê eu poderiia dizer pra vcê!? A resistência nem sempre resiste, neah!? Eu nunca quis te magoar, te iludir, nem mentir pra vcê. Vcê sempre foi muito importante pra miim, sabe!? Eu gostava de ter vcê como amigo, de vcê me fazendo cosquinhas, me carregando na cacunda, tirando acerola pra miim & me chamando de 'minha lesadinha'. Mas vcê decidiu sair da minha vida, do nada. E dizer qê isso não doeu, é mentira. Mas tudo o qê tem qê acontecer, sempre acontece, neah!? Por um acaso do destino algo nos une & a gente se reencontra outra vez. Prqê me prometeu tantas coiisas & não foi capaz de cumpri-las. Eu pedi pra vcê não sumir de novo, eu fiz vcê prometer & vcê prometeu. Eu agradeço por vcê ter vindo akê no meu aniversário. Foi a única pessoa qê veio me ver. E assim qê a gente ficou, vcê sumiu. Ficou tudo estranho entre a gente; Vcê não tava fazendo algo qê era certo & nem eu. Num rolou pra gente, pelo menos pra miim. E vcê some mais uma vez. Eu já tava acostumada. O qê eu podiia fazer!? Pra qê vcê voltou!? Pra qê disse qê me amava!? Pra qê fez planos comigo!? Vcê sempre soube quem eu era, vcê me conheciia tão bem. Me fez acreditar qê daríamos certo. E eu passei por cima dos meus conceitos pra ficar com vcê, concordei em aceitar coiisas qê eu nunca aceitaria. Mas vcê mudou comigo. Ficou estranho. Disse qê não conseguiríamos dar certo & nem me deixou tentar. E vcê some mais uma vez. Pra qê me apresentar a tua mãe!? Pra qê deixar as pessoas falarem qê estávamos juntos!? Pra qê aquela cena de ciúmes!? Eu pensei qê a gente fosse ficar juntos novamente. Mas não. De novo vcê me troca outra vez. Me deixa sozinha, sem nem a oportunidade de questionar nada. Quer saber!? Não precisava me magoar. Eu preferia qndo éramos amigos, vcê não magoava meu coração. Vcê me fazia rir, me fazia bem... E agora!? Agora não faz nada. Agora eu não sei mais de vcê & vcê não sabe de miim. Mas ainda iremos nos encontrar & dessa vez será diferente. Eu vou estar por cima, não como uma criança qê quer mostrar qê está bem. Mas como uma mulher qê não se importa com quem não se importa com ela.

Para LF

Nenhum comentário:

Postar um comentário