20:51

Pedra de Gelo


Lembra de quando a gente conversava? Todo santo dia, eram horas seguidas e o assunto parecia inacabável. Você precisava de mim, e eu? Dependia de você pra respirar, se não for muito exagero. E por falar em exagero, a que ponto chegamos nós... Hoje somos perfeitos estranhos um para o outro, e para piorar, da última vez que conversamos preciso dizer que não te reconheci, e que facilmente te confundiria com uma pedra de gelo. As coisas mudaram, mais do que imaginava e bem mais do que eu gostaria. Onde será que encontro uma máquina do tempo? Ou melhor, onde será que encontro aquele que você costumava ser antes? Seja lá o que tenha acontecido, peço que tragam-me de volta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário