00:45

Vai & Volta


Eu não sei quem vcê pensa qê eu sou, qê eu tenho qê te aceitar de volta toda vez qê vcê decide qê me quer na sua vida. E vcê finge qê nada aconteceu, não fala dos seus erros como se eles nunca tivessem existidos, como se eles nunca tivessem me machucado. E vcê volta, joga charme pra cima de miim & acha qê eu sou obrigada a aceitar tudo com um mero sorriso no rosto. Vcê já se perguntou se eu tenho mágoas!? Se eu tenho raiva!? E se eu quero mesmo ter vcê na minha vida!? Um convite no Face é apenas um convite, neah!? O mesmo convite qê vcê exclui toda vez qê volta com ela. (...) E eu me arrependo, toda vez, por ter entrando no meio da sua história com ela, da mesma forma como ela entrou no meio da minha história com vcê. E eu não tenho raiva disso. Como vcê mesmo disse: 'Nós não conseguimos ficar com raiva um do outro.' Mas toda vez qê vcê aparece eu me lembro de tudo qê aconteceu & de como vcê me fez de idiota na frente dos meus amigos. Poxa, eu acreditei em vcê & vcê nunca falou a verdade. Se vcê tivesse sido sincero comigo, eu poderia te entender. Poderíamos hoje ser amigos ou algo parecido. E o pior de tudo é qê toda aquela admiração qê eu sentia por vcê, morreu. Eu não vejo mais em vcê o cara de caráter qê eu havia conhecido. Eu só vejo em vcê um menino qê não sabe o qê quer. Um menino qê acha qê me tem nas mãos, mas eu vou provar pra vcê qê vcê está muito enganado.

Para LF

Nenhum comentário:

Postar um comentário