23:59

E Quer Saber!?


E quer saber!? Eu ia dizer pra vcê qê eu te queria de volta. Mas vcê preferiu omitir qê não ia rolar mais nada entre a gente. E quer saber!? Eu não tenho vergonha de admitir isso, prqê eu sei de todos os meus erros & de todas as vezes qê eu fui além da conta. Mas também sei de todas as vezes eu qê eu te pedi pra gente sentar & conversar & a única coisa qê vcê sabia dizer era 'vcê não gosta mais de mim'. E eu nunca me importei por vcê sair com seus amigos, mas me importei pelo modo como vcê agiu cmg justo no diia qê eu queria resolver tudo entre nós. Eu tava sufocada, triste, com raiva, desapontada, decepcionada, prqê eu não me sentia mais importante, eu não sentia qê vcê me queria mais, então eu passei a te colocar contra a parede, a fazer questão de cada gesto mínimo pra ver se aquilo ainda alimentava a minha vontade de ficar. Mas foi falho. Se fazer de manhosa não adiantou. Ser paciente & ter calma não adiantou. Gritar & mandar também não adiantou. Nada adiantava & eu me sentia lutando uma batalha sozinha. Fui ficando cada vez mais fraca, cada vez mais triste, cada vez mais infeliz. Mas aprendi qê nenhum relacionamento vai ser bom pra sempre, mas qê qndo estiver ruim, teremos qê sentar & conversar se quiser qê algo dure. Não estou remoendo o passado, estou remoendo o qê eu sou, quem eu sou. Prqê por mais qê eu guarde as coisas só pra miim, é preciso explodir às vezes. E agora eu entendo prqê mta gente deixa de ser amigos qndo se termina um relacionamento. É mto difícil seguir em frente qndo seu coração ainda está preso ao passado. Eu sempre te culpei por não ter vindo atrás tantas vezes, mas eu também não fui o suficiente. Mas também, vcê nunca soube ler as minhas entrelinhas, nunca soube entender os meus silêncios, nem qndo eu sumia. Desculpa ser tão dramática & esperar tempo demais. Mas essa sou eu. Sou quem fala tudo na cara, mas não sabe falar o qê quer & o qê sente. Na verdade, eu não sei bem descrever as coisas qê sinto. Eu não sei ser essa romântica incurável qê geralmente as garotas são. Eu sempre vou ser aquela qê vai brincar de bater, mandar as pessoas pra merda & fazer chantagem. Prqê talvez, eu não saiba corresponder as minhas atitudes ao qê eu realmente sinto. E quer saber!? Isso nunca me fez bem, mas não adianta, eu não vou mudar. O tempo vai passar & eu sempre vou ser aquela menina qê vai gritar com todo mundo qê ama & vai chorar toda vez qê alguém partir.

Desculpa por tudo qê eu omiti, por tudo qê eu guardei só pra miim. É qê eu não gosto de mostrar as minhas fraquezas pro mundo. Eu preciso estar firme sempre, prqê talvez se todos acreditarem nisso. Eu acredite também.

Para ES

Nenhum comentário:

Postar um comentário