01:41

Tentar


Às vezes achei que esquecer o passado era o certo a fazer, mas o passado aconteceu e ninguém pode mudar isso... Desculpa se eu fiz alguma coisa que te magoou, não foi por querer... É que às vezes eu penso que é o certo, mas é o errado... Desculpa se eu falei algo que você não gostou, quando estou perto de você esqueço quem sou... Desculpa, por ter escondido esse sentimento dentro de mim, é que eu tinha medo de sofrer, e acabei sofrendo... Quando você deixou de falar comigo, perdi o chão, perdi o caminho em minha vida, perdi tudo que eu não tive... Quantas noites eu chorei por sentir sua falta, quantos finais de semanas eu rezei por uma ligação sua, quantos olhares eu pedi para que se transformasse numa palavra... Mas nada... O tempo cura todas as feridas, e eu aprendi a te esquecer... Mas você, como uma chuva repentina, como o amor que existia, voltou a fazer parte da minha vida... E eu confesso, tentei resistir, mas a muito tempo que é você que eu quero ao meu lado... Fico gelada quando estou em sua presença... Fico leve quando falo com você... E quando me estresso... Desculpa, é que às vezes eu duvido de seus sentimentos... Sou tão egoísta... Te quero como antes... Só pra mim, sem precisar dividir... Sou egoísta... Erramos, os dois, e sei que o resultado de tudo não foi bom pra você e nem pra mim, sei que o destino quer que fiquemos juntos... Agora se você me ama, coisa que eu sei e sinto... E se eu também te amo, coisa que eu sei que você sabe e sente... O que nos impede? Porque não tentar? A vida é feita para consertar os nossos erros... Mas se você acha que não foi erro... Que tal esquecer tudo agora e viver o futuro? Que tal acreditar que não passamos o que passamos e imaginar as coisas lindas que ainda possamos passar? Não me julgue por tentar agora... Se não tentei antes é porque tive medo... Não quero te culpar, nem me culpar... Somos vítimas de uma confusão de sentimentos... Sou tímida, eu não sei se você sabe, mas eu não deveria ser, aprendi com você que a gente não deve esconder nossos sentimentos... E é sério, to fazendo o possível para mudar... O que você não gosta em mim? Eu odeio tantas coisas em você... Odeio quando você parece tão confuso... Odeio quando você não responde as minhas perguntas... Odeio não saber o que se passa em sua mente e em seu coração... E é isso que muitas vezes me irrita... É isso que falta para completar a sua conversa e abrir a minha... Tenho tantas coisas pra falar... Tão poucas oportunidades... Tanto medo de me magoar... Você despertou em mim o que eu não sabia... E escondeu coisas que eu cansei de saber... E assim, sendo de uma forma diferente do que sou, que vivo a vida... Rezando para que você perca seu medo de tentar novamente... Porque o meu medo, eu já perdi em mim... Mudei tantas coisas em mim, ou apenas acho que mudou... Nunca fui a fundo dentro de mim... Nunca achei alguém que fosse... E você, sem querer, descobriu coisas que eu desconhecia... Foi saindo pela minha boca palavras que se eu pensasse um pouco mais não falaria... Você, nem te conheço mais... Nem sei se és o que era antes... E eu gostava tanto desse antes... Gostava de passar horas ao telefone com você... De te ver sempre que quisesse... E hoje o que tenho? Saudade... Vontade... E falta tanta coisa... E sobra tanta coisa em mim... Não sou a pessoa certa pra falar, pois as palavras já não existem...

Para JSM

{texto escrito em 2006}

Nenhum comentário:

Postar um comentário