22:51

Carta


Hoje foi o dia mais feliz da minha vida... Faz tempo que eu queria tomar essa atitude, mas eu realmente não sabia como e nem tinha coragem... Eu te juro que eu escrevi a carta pretendendo entregar a você, mas na hora me bateu um medo, uma insegurança... E eu não ia mais fazer isso... Eu realmente achei que você não ia achar tudo isso especial, porque você estava me vendo conversar com o meu ex-ficante... Achei que estaria acabando com ele, porque eu realmente não aguentava vê-lo se apegar cada vez mais a mim, e eu sem poder sentir nada por ele... Não podia, pois faz muito tempo que o meu coração só quer amar você... Eu não ia fazer nada, porque na hora que estou perto de você meu mundo pára e é como se nada mais importasse... Mas há coisas que realmente importam... Eu não vi que tinham te entregado a carta e eu achei que não iriam entregar... Mas quando você foi embora eu descobri que você estava com ela nas mãos... Me bateu uma insegurança... Um medo de ouvir aquilo que eu mais temia... Era ouvir você se desculpar por não retribuir o meu sentimento... Eu chorei tanto... Eu tive tanto medo de descobrir que eu não passava de apenas uma brincadeira na sua vida... E quando o telefone tocou, eu não queria atender... Eu estava com muito medo de que eu tivesse que me explicar... Falar sobre o passado e sobre o porquê de eu ter te escondido isso à muito tempo... Pra falar a verdade, não há motivos concretos para nunca eu ter te falado isso... Eu apenas não falei por não saber o que fazer, fui deixando levar e no fim percebi que eu não tinha feito nada... Eu estava com tanto receio de falar com você... Que quando eu atendi o telefone eu mal sabia como agir... E eu estava com uma voz de choro... Você foi me dizendo que tinha lido minha carta e que a tinha adorado... Depois você me disse aquilo que eu tanto desejei ouvir dos seus lábios... Aquilo que eu realmente daria a minha vida pra ouvir... Você me disse que ME AMA... E eu não aguentei, e chorei de felicidade, um pouco misturado com surpresa... Eu sempre desejei que você me dissesse isso, mas eu não acreditei naquela hora, que você estava prestes a dizer isso... Você disse também que não sabia como ainda não tinha percebido isso... Eu realmente não ia dizer nada, porque eu estava em uma sensação que eu nunca havia sentido... Eu estava com felicidade misturada, com vontade de chorar, misturada com vontade de brigar por você nunca ter me dito isso, mas acima de tudo estava cheia de amor... A única coisa que consegui dizer foi que EU TAMBÉM TE AMO... Eu sempre te amei, meu amor... Eu não sei porque deixei as coisas correrem pra um rumo triste pra nós dois... Mas quem ama um dia tenta... E eu tentei... Seja lá o que fosse que você sentisse por mim... Eu queria que no mínimo você soubesse que alguém TE AMA MAIS QUE TUDO NESSA VIDA... Obrigada por ser essa pessoa tão maravilhosa que enche meu coração de alegria e de vontade de viver... E não esqueça que... Aconteça o que acontecer... Eu Te Amo e Sempre Te Amarei!!!

Para JSM

{texto escrito em 2007}

Nenhum comentário:

Postar um comentário