13:39

Desculpa


Desculpa, não quero a tua infelicidade, mas se eu disser qê não doeu, doeu siim. Eu não quero apagar jamais esse sorriso do teu rosto, mas se eu disser qê eu tava preparada pra isso, eu não tava. É qê eu sempre vou achar qê esse lugar vai ser meu, eu sinto qê é meu. É egoísmo não querer qê ninguém o ocupe, me desculpa, mas eu não consigo evitar. Desculpa, eu não tava preparada pra ver uma coisa dessas nessa hra do diia, pra falar a verdade, eu não taria preparada nem dakê a 100 anos. Prqê eu sempre vou sentir falta daquilo qê não foi, sempre vou imaginar o qê poderia ter sido & sempre vou sentir aquilo qê eu sempre senti. Desculpa fazer isso parecer ser tão pior do qê já é, prqê, às vezes, é. Às vezes, nem tanto assim. Mas sempre vai ser onde eu queria estar, agora.

Para JSM

Nenhum comentário:

Postar um comentário