17:49

Bagunçado


Já faz um tempo que eu não durmo pensando nas coisas que poderiam ter sido e por azar, destino ou qualquer coisa assim, não foi. A gente não aconteceu e ainda não sei ao certo o por que, talvez tenha sido culpa minha e eu não tenha feito direito essa coisa de amar você. Você que sempre foi forte, independente e extremamente complicada, aquela menina que nunca precisou de alguém pra dar colo e que muito menos iria querer o colo de alguém como eu, um eu dramático e cheio de defeitos, um eu que não sabia ficar nem uma semana com o guarda-roupa arrumado. Eu era bagunçado demais pra alguém como você que depois de tanta feridas, buscava a paz. Mas não te culpo por ter fugido, eu também fugiria de mim se pudesse.

- Apodrecendo

Nenhum comentário:

Postar um comentário