17:20

Cinderela ~ Bárbara Dias


Eu gosto muito de fazer as coisas do meu jeito
De não ter ninguém de quem esconder meus defeitos
Ter um dia inteiro sem ter pra onde ir

Mas de vez em quando fecho os olhos e te vejo
Eu dou pausa bem naquela hora em que eu te beijo
Sinto falta de alguém que ainda não conheci

E quando eu te encontrar
Vai ser como eu sonhei

Pedra na janela
Conversa à luz de vela
Sua Cinderela
Até bem depois da meia noite
Até bem depois da meia noite

Olhando as estrelas
Cena de novela
Sua Cinderela
Até bem depois da meia noite
Até bem depois da meia noite



Quando eu tô sozinha, tudo certo, tudo bom
O silêncio é o meu jeito de encontrar meu tom
Escrevi a minha história bem do jeito que eu quis

Mas, às vezes, sinto falta de alguém do meu lado
Pra dormir no frio e assistir série colado
Alguém que saiba como me fazer feliz

E quando eu te encontrar
Vai ser como eu sonhei

Pedra na janela
Conversa a luz de vela
Sua Cinderela
Até bem depois da meia noite
Até bem depois da meia noite

Olhando as estrelas
Cena de novela
Sua Cinderela
Até bem depois da meia noite
Até bem depois da meia noite



Pedra na janela
Conversa a luz de vela
Sua Cinderela
Até bem depois da meia noite
Até bem depois da meia noite

Olhando as estrelas
Cena de novela
Sua Cinderela
Até bem depois da meia noite
Até bem depois da meia noite, amor

Bem depois
Até bem
Até bem depois da meia noite

Cinderela ~ Bárbara Dias

Nenhum comentário:

Postar um comentário