01:15

Medo


Eu sei de todos os medos & receios qê vcê tem, prqê mtos deles eu tenho também. Eu tenho medo prqê nada é pouco entre a gente, tudo é intenso demais. Eu tenho medo da necessidade qê eu tenho de vcê, do qto nada tem tanta graça por aí, como ninguém entende as minhas besteiras & como ninguém entende o meu humor sádico. Prqê só vcê entende qnd eu digo qê te odeio, prqê vcê sabe qê nada qê eu diga vai mudar o qê se passa entre a gente. Mas eu não posso nem imaginar nenhuma outra pessoa te fazendo bem, prqê eu não imagino ninguém no meu lugar. Eu não imagino ninguém ocupando os nossos lugares, eu não imagino ninguém qê faça cmg todo o bem qê vcê fez. Eu tentei, eu fiz de tudo pra isso acabar, eu fiz o qê eu achei qê daria certo, mas nada adianta, a gente sempre volta. Eu só não quero ter uma coisa hj qê amanhã eu não vá poder ter. Eu não quero ser feliz agora & amanhã dividir essa felicidade em dois. Desculpa ter tantos medos, tantos receios. É prqê dói, só dói & só. Dói hj, dói amanhã & dói sempre. Te amar dói demais, mas é bom na mesma proporção. É por isso qê eu ainda tô akê.

Para BE

Nenhum comentário:

Postar um comentário