14:38

Meu Bairro


Sorte é a gente se olhar no mesmo milésimo de segundo, no meio desse mundo, que tem mania de empurrar o amor pra longe. O amor da minha vida mora no meu bairro, você acredita? Aqui pertinho, nem dá pra sofrer de amor, nem dá pra se despedir no aeroporto, nem dá! Eu, dos amores impossíveis, tô indo amar a pé. Que sorte, né?! Te olhar no mesmo segundo, no meio desse mundo, que cabe no nosso bairro, mas não cabe no nosso amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário