14:56

Notas de Liberdade


Não estou saindo muito; ando numa fase em que as noites de sexta-feira são especiais demais para serem desperdiçadas com bebidas e companhias incertas. Me alimento direitinho, coloco uma música que conversa com as minhas dúvidas ou fico em silêncio, deitada no sofá da sala, que muitas vezes é mais aconchegante do que minha cama, vejo um filme, daqueles de que só eu gosto, e analiso as minhas escolhas. Pois, apesar de ter consciência do que perdi, não sei se quero nem se estou pronto para ceder. Estou acostumada demais a voar sem ninguém me perturbando. Se você soubesse o quão difícil é ser quem eu sou...
Sempre pensei que as liberdades conquistadas seriam somente asas e longos voos, mas, com o tempo, comecei a questionar de que adiantam asas e longo voos se não temos para onde voltar?

- Notas de Liberdade, Frederico Elboni

Nenhum comentário:

Postar um comentário