15:33

Prender


Eu não quero me prender a você como quem busca salvação, muito menos espero que você se agarre a mim como quem deseja desesperadamente alguém que preencha os seus vazios, acabe com as suas tristezas e diminua as suas dores.

Eu quero que a gente fique juntos porque estar perto um do outro nos faz rir, nos traz leveza, aconchego e um porto seguro, mas que esse estar junto seja um prazer
uma escolha e não uma necessidade inventada.

Por isso, também espero que a gente ainda se divirta em outras companhias, quero manter o hábito de comer sushi com um amigo numa quarta-feira aleatória e ir em um café novo com uma amiga que gosta de contar histórias da própria vida e que me deixa dividir com ela minhas expectativas sobre a minha quero que você vá ao bar com aqueles amigos seus que eu nem conheço, porque eu sei que você se acalma e volta mais leve depois de umas tantas risadas e que vá também naquela sorveteria cara só pra poder conversar um pouco com pessoas diferentes.

Desejo que a gente esteja por perto quando algo de ruim acontecer conosco - pra simplesmente ouvir com atenção e abraçar com carinho, mas que não busquemos a nossa companhia como quem exige do outro qualquer espécie de cura pra sua própria dor.

Que encontremos também o prazer das nossas companhias solitárias, afinal, eu preciso terminar o último livro que comecei e ir no cinema sozinha ver aquele filme que todos os meus amigos já viram antes de mim e sei que você ainda não finalizou todos os seus rascunhos nem terminou alguns projetos do trabalho e a gente também precisa de um tempo pra que eu cuide de mim e você cuide de você.

Você sabe que eu te amo e é uma honra que tenha me escolhido pra estar ao seu lado, mas eu não posso me esquecer de que existe uma vida sem você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário