20:54

Bagunçado


Todas as camisas jogadas no quarto, algumas na cama, outras no chão. Eu nunca guardo a roupa que experimento e não gosto, além de rejeitadas elas ficam esquecidas e amassadas. Os tênis e sapatos se misturam por todo lado e eu apenas me dou o trabalho de não deixar nenhum deles virados. Na cômoda estão comprovantes de compras que eu nem lembro de ter feito, que guardo pelo mesmo motivo de quando gosto das pessoas erradas: é mais fácil guardar do que jogar fora. No meio de toda essa bagunça eu estranharia ter um coração tranquilo, pensamentos claros e uma vida financeira organizada em planilhas. "Bagunçado", um aviso que deveria vir na gente, muito mais importante que o signo ou sobrenome. Mas se quiser pode entrar, repare bem na bagunça antes de pisar na sala e, principalmente, antes de falar de amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário