00:27

Último


Se eu soubesse que seria o último beijo, não teria sido o último beijo, mas a gente nunca sabe, não é? A gente nunca sabe das últimas coisas. Do último abraço, briga ou despedida. Sempre temos coragem, porque acreditamos que vai ter outro depois. Se soubesse ali que não teria outro, teria te abraçado mais forte e pensado em algo melhor pra dizer, algo que fizesse você ficar ou voltar. Mas eu não sabia. E assim tive coragem. E foi assim o último beijo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário