14:38

Certeza


No diia qê eu te amar, eu quero ter certeza. Quero ter certeza qê vcê será meu último amor. Mesmo qê a gente acabe & eu me apaixone novamente, eu quero te amar como se fosse o último. Como se vcê fosse o único. Eu quero entender todo o prqê de eu te amar, todo o prqê de eu ficar &, mais ainda, o prqê de eu acreditar em nós dois. Eu não estou com o pé atrás, mas eu tenho certeza de qê a gente pode sentir mais. Eu acredito na gente, eu tenho esperança na gente. E esse é o motivo de eu ainda estar akê. O qê eu sinto não é questionável, não deve ser contestado. Pode ser qê não seja o qê vcê espera, mas é mto mais do qê eu achava qê seria. No começo eu não botava fé. Eu sou assim, ao mesmo tempo qê eu tenho pressa, tenho cautela. É qê eu gosto de certezas, gosto de ter os pés no chão, gosto de correr riscos. Essa é a graça, a de não saber o qê vai ser amanhã. Mas fica akê, vamos aproveitar o qê a gente tem pra hoje, vamos inundar todo esse sentimento qê a gente têm, mesmo se ele for pequeno. Barreiras são quebradas só qnd são pressionadas. 🙂

Para JR

Nenhum comentário:

Postar um comentário