18:50

Difícil


Esse foi um dos anos mais incríveis e mais difíceis da minha vida. Aprendi que tudo é passageiro. Momento. Sentimentos. Pessoas. Flores. Aprendi que amar é ceder. Tudo. E deixar que doa. Aprendi que a vulnerabilidade é sempre a escolha certa porque é fácil mostrar frieza num mundo que quase nos impede de mostrar ternura. Aprendi que tudo chega em duplas. Vida e morte. Dor e prazer. Sal e açúcar. Eu e você. Esse é o equilíbrio do universo. Este foi o ano de sofrer demais e viver mais ainda. Transformar estranhos em amigos. Transformar amigos em estranhos. Aprender que sorvete de menta com chocolate dá um jeito em quase tudo. E nas fores que não tem jeito sempre terei o colo da minha mãe. Precisamos aprender a focar no calor humano. Sempre. Mergulhar no nosso corpo nele e virar versões melhores para o mundo. Se não formos gentis uns com os outros como é que vamos ser gentis com o desespero que mora em nós mesmos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário