23:23

Desistências


Eu também estou no que deixei de viver. Minhas desistências falam de mim tanto quanto o que levei adiante. Sigo misteriosamente atado aos nãos que disse, às renúncias que fiz, aos amores que não vivi. Porque a vida é assim. Até o que escolhemos não viver segue vivo dentro de nós. Mesmo que não percebamos, tudo está se ajeitando para ficar nos estreitos esconderijos da alma.

- Padre Fábio de Melo

Nenhum comentário:

Postar um comentário