20:51

Mensagem


Mandei a mensagem às 15:47. Estou olhando para o celular desde as 15:47. Claro, arrependido, querendo voltar no tempo e não ter enviado mensagem alguma, ter feito outra coisa, ter pensado em outra coisa. São 19:13 e eu me convenço que teria sido melhor se eu tivesse jogado o celular na piscina. O problema é que não tenho piscina e muito menos a capacidade de esperar que você mande a mensagem primeiro. Poxa, faz mais de três horas, não que eu devesse me preocupar, estamos apenas nos conhecendo, pensar em você o dia todo é puro exagero. Calma, olha, uma resposta: "Desculpa a demora, deixei o celular em casa, tenho andado muito avoada, acho que de tanto pensar em você. Tá tudo bem?". Eu, que já desejava não ter te conhecido, não ter conhecido o amigo do seu amigo, aquele que nos apresentou, sem saber que gostamos da mesma banda, da mesma cor e odiamos o mesmo filme. Eu, acredite, estava fazendo planos para te esquecer. Agora eu quero acordar com você e correr pra te ver, por enquanto, me basta sorrir e responder, "Tô bem e você?". Pode ser engraçado, mas é difícil, só eu sei a loucura que é morar em mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário