02:08

Solidão


Não sei se te contaram, que a solidão e eu nos tornamos grandes amigos, pra toda vida vou ter companhia. Se você não quis, é uma pena, vou ter que descobrir outras formas de ser feliz, pois para quem é sozinho ou casado há vinte anos, o mundo tem o mesmo tamanho. O amor, agora, é meu vizinho, mudou faz pouco tempo e eu nunca reclamo do barulho, quando a gente se encontra no elevador, ele puxa assunto, e insiste em perguntar se ainda quero alguém. Respondo que sim, mas vou esperar, alguém que me queira também. O amor, pra valer a pena, somente igual ou maior. Não sei se te contaram, eu aprendi a ser só.

Nenhum comentário:

Postar um comentário