03:38

Carinho


Os dedos passaram pela nuca, deslizaram pelos cabelos, tocaram a orelha, voltaram aos cabelos e desceram como estivessem num tobogã, até caírem nos ombros e saltarem para os joelhos. Lá moraram durante alguns segundos e retornaram pelo caminho mais longo, subiram as costas como alpinistas experientes, cravando desejo durante a subida, subida mais sem pressa dessa vida, passando devagar pelo pescoço até chegar ao rosto. Durou três minutos e quarenta e sete segundos e foi eleito o melhor carinho do mundo, votado secretamente pelos dois, tendo como testemunhas somente o sofá e uma conta compartilhada do Netflix.

Nenhum comentário:

Postar um comentário