03:36

Sofá


Dormiu no sofá da sala, não cabia mais na cama, não cabia mais em nada, havia crescido muito nas últimas semanas. Olhava ao redor e não se encaixava, não cabia nas conversas vazias, nas contas que não eram divididas e no amor que não se fazia companhia. Havia crescido demais, então, precisava encontrar um lugar maior para os seus pensamentos novos e para o coração velho, porém, enorme. Só aceitaria agora, amores gigantescos, carinhos imensos e vontades que pudessem ser matadas no feriado seguinte. Cresceu demais, foi de uma hora para outra, muitos não conseguiram acompanhar. Ele disse que foi pego de surpresa, passou semanas chorando e um dia acordou assim, enorme, grande demais para as saudades que sentia ou as paixões que o faziam sofrer. Foi obrigado a esquecer tudo e procurar algo do seu tamanho, pois o passado, não lhe cabe mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário