23:53

Verdade ou Consequência ~ Carol & Vitoria part. Bivolt


Vacilou, perdeu e agora sou eu
Quem vai ditar as regras desse jogo
Porque o tabuleiro é meu
Frente a frente na mesa, não vou blefar
Quero olhar no teu olho ao me ouvir falar

Brincou de roleta russa com meu coração
Agora é minha vez, aceita o desafio ou não?
Em verdade ou consequência tudo pode acontecer
Já que eu não sinto mais
Porra nenhuma por você, yeah, yeah
Porra nenhuma por você, yeah, yeah

Cê pode passar na minha frente, com quem você quiser
Coitada dessa mina que não sabe quem tu é
Te convido pro meu jogo, pra beber e perceber
Que o álcool me causa mais efeito que você

Brincou de roleta russa com meu coração
Agora é minha vez, aceita o desafio ou não?
Em verdade ou consequência tudo pode acontecer
Já que eu não sinto mais
Porra nenhuma por você, yeah, yeah
Porra nenhuma por você, yeah, yeah

Boy, baba, baby, não existe nós
Fez comigo o que queria, terminei com vós
E num estalar de dedos perdeu a vez
Se quer avançar no jogo, melhor ser veloz

Que o meu jogo é limpo, é sem trapaça, não aceita propina
Não quer nem de graça um amor sem graça, tão sem disciplina

Eu fui tua mina e fui teu braço, você só me usou
Mas baby, quem chora agora que o jogo virou?
Se não caiu tua ficha ainda, o tempo tá acabando
Eu já joguei os dados, dei as cartas e tracei meu plano

Tô passando de nível e você, invisível
Cada vez mais, quero ver, vai
Aceita ou corre, corre memo, pois ficou pra trás
E o que eu sentia jaz, nem efeito mais faz
Só mete o pé, que foi você quem

Brincou de roleta russa com meu coração
Agora é minha vez, aceita o desafio ou não?
Em verdade ou consequência tudo pode acontecer
Já que eu não sinto mais
Porra nenhuma por você, yeah, yeah
Porra nenhuma por você, yeah, yeah

Porra nenhuma por você

Verdade ou Consequência ~ Carol & Vitoria part. Bivolt

Nenhum comentário:

Postar um comentário