15:51

Perfeita


Ela não é perfeita, longe disso, e olha, provavelmente também não é a minha alma gêmea. Todo dia eu descubro mais um defeitinho dela, alguma mania boba. Todo santo dia. E todo dia, sem pular um dia sequer, eu me importo menos, porque a união de todos esses defeitos forma uma garota surreal, de incontáveis pintinhas nas costas, que qualquer hora eu me arrisco a contar, só pra guardar o número na nossa caixa de lembranças e dizer daqui alguns meses, que eu sei que são mais de duzentas, mas é melhor eu contar de novo, pra ter certeza que ela é de verdade, e não um sonho, um sonho cheio de pintinhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário