21:56

Alma


Alma, alma, alma, alma.. É sério isso, esse papo de vocês? Desculpa, mas eu nunca senti a alma de ninguém, eu sinto o cheiro, isso eu sinto. Sinto também quando ganho aquele beijo perto do olho. E quando as mãos estão dadas há tanto tempo e a gente não percebe, parecem que os dedos ficam horas fazendo um carinho automático. Ou quando os dois começam a ver um filme mas só um termina, porque o outro dormiu, pois não resistiu a calma que o abraço entregou. A alma, a vibe, o amor... eu nunca vou entender essa piração de vocês; eu gosto mesmo é daquela mordidinha no lábio no final do beijo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário