19:58

Perdidinho


Perdidinho… sem rumo e sem caminho. Ops, sem rumo e sem carinho. Sem música cantada no ouvido e sem projeto de ficar juntinho. Sem grana e sem "boa noite, amorzinho". Olho pela janela e a cidade está mais triste do que eu, não sei se cuido de mim ou cuido dos meus vizinhos. Enquanto penso, não cuido de ninguém. Dentro de mim notícias ruins e lá fora notícias inexplicáveis. Faz muito tempo que não vejo o amor, nem sei com o que ele parece, sumiu logo depois de ligar a internet e a tevê. Sem acreditar e sem saber o que fazer. Sem rumo. Sem caminho. Quem foi que disse que o amor é azulzinho?

Nenhum comentário:

Postar um comentário