22:51

Aniversário


Se o aniversário da minha irmã não fosse no dia treze de abril, se ela não resolvesse comemorar no meio da semana, se o Davi não tivesse a péssima ideia de comprar duas garrafas de cachaça no lugar do bolo, se eu não tivesse acordado na sexta-feira com a maior ressaca do mundo e se eu não fosse embora mais cedo do trabalho nesse dia, eu não teria descansado e não teria topado sair com o Igor, e não teria bebido de novo, até o corpo aceitar e animar, até eu resolver ir pra outro lugar, até eu decidir dançar naquele fim de noite. Se eu tivesse pedido uma caipirinha logo que eu cheguei no bar, talvez demorasse demais, talvez você não estaria mais lá, mas foi só uma cerveja e nem deu tempo de abrir, só deu tempo de te ver, de cabelo preso e vestidinho, cheia de pintas nos ombros. Não estou dizendo que foi o destino, mas se o aniversário da minha irmã não fosse dia treze de abril, eu não estaria apaixonado agora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário