15:53

Ele Mexe Contigo


Ele é bem do tipo que você gosta e você não para de pensar nele, mesmo negando, jurando para Deus e o mundo que dessa vez acabou para sempre. Você adora o jeito cafajeste que ele lida com você e com todas as outras garotas da cidade, o sorriso disfarçado que ele faz questão de exibir toda vez que te encontra, as piscadelas para a garçonete e como ele sempre consegue o que quer. Ele te ilude, te trapaceia, te faz juras de amor mesmo depois de fazer essas mesmas para uma ex-namorada qualquer. Ele consegue fazer você contradizer todas as suas verdades com um simples olhar de canto de olho, suas pernas tremem só de ouvir a voz grave que ele possui e encontrá-lo em um lugar qualquer te faz querer subtrair todos os defeitos e erros que você já cometeu em toda a sua existência só para conseguir se encaixar na vida dele. Ele te faz chorar no banheiro da balada por conta de uma discussão inútil, manda mensagens de boa noite só para te confundir inteira, te chama no Facebook para discutir uma relação inexistente que ele mesmo pôs um ponto final. Você promete para todas as suas amigas que ele jamais te tocará novamente, mas quando ele te convida para dançar alguma música estúpida no meio da boate, você aceita sem pestanejar. Você o vê em todos os outros caras do mundo, sente o cheiro dele em metade das vezes que você sai para se divertir e tenta encontrar os beijos dele em outros lábios. Você briga com a sua mãe quando ela insiste em perguntar dele, chora com sua melhor amiga lamentando sobre todas as coisas que você fez de errado para que ele decidisse te deixar e xinga em voz alta toda vez que ele te procura para voltar ao ponto inicial da inexistente relação que vocês mantinham. Você não tem nenhum controle sobre ele ou sobre si mesma quando está com ele e isso te frustra. Ele vai te ligar cinco da manhã te pedindo pra voltar e você vai chorar baixinho sabendo que ele ainda te confunde. Ele vai te encontrar nos bares da faculdade e te chamar pra sentar com ele e você vai aceitar porque ainda mantém a esperança de que ele tome jeito. Ele vai te encontrar na balada, vai traçar um olhar fatal entre seus seios e a sua bunda e você - porra! - não vai ligar. Porque ele pode. Você é dele, mesmo dizendo que ama outros caras, beijando outros cafajestes, pensando em outros homens. Ele continua te fazendo dele, mesmo depois de todos os erros, todas as noites sem dormir, todas as chances desperdiçadas e todas as vezes em que você disse que não iria mais se abalar com a presença dele. Não adianta negar, ele mexe contigo e você não pode fazer nada contra isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário