31/05/2019

- 23:59 ❞

Stories
do dia


31/05/2019 ~ 16:20

700 Por Hora ~ Ludmilla

- 23:49 ❞


Reclama, mas gosta
Do meu estilo independente
Me mudei de endereço
Vou morar na sua mente

Vestidinho da Gucci
Só pra ficar indecente
Com meu rolex no pulso
Salto fino, o mar tá quente

Não tente me rastrear, sou bicho solto
Sofri de emoção uma vez
Me blindei pra encarar esse mundo louco

Vivo a vida avançada
Porque a vida é minha
A última mulher que andou na linha
O trem passou por cima

Eu gosto que joga pro alto, me bota de quatro, puxa meu cabelo
700 por hora mordendo a fronha do meu travesseiro
(BIS)

Vai, vai, vai, vai
Se fizer gostoso, a Ludmilla pede mais
(BIS)



Reclama, mas gosta
Do meu estilo independente
Me mudei de endereço
Vou morar na sua mente

Vestidinho da Gucci
Só pra ficar indecente
Com meu rolex no pulso
Salto fino, o mar tá quente

Não tente me rastrear, sou bicho solto
Sofri de emoção uma vez
Me blindei pra encarar esse mundo louco

Vivo a vida avançada porque a vida é minha
A última mulher que andou na linha
O trem passou por cima

Eu gosto que joga pro alto, me bota de quatro, puxa meu cabelo
700 por hora mordendo a fronha do meu travesseiro
(BIS)

Vai, vai, vai, vai
Se fizer gostoso, a Ludmilla pede mais
(BIS)

700 Por Hora ~ Ludmilla

Tudo Porque Você Mentiu ~ Ludmilla

- 23:45 ❞


Eu fui embora pra não sofrer
Pra não chorar
Já não aguentava mais morrer de amor
Me enganar

Olha pra ela e vê
Ela não é nem a metade de mim
Eu sempre fui fiel a você
E nunca mereci

Já não consigo acreditar
E te dar o meu perdão
Me entregar pra você
De corpo alma e coração

Tudo porque, tudo porque
Tudo porque você mentiu
(BIS)

Tudo porque, tudo porque, tudo porque

Teve que me perder de vez
Pra aprender a dar valor
Pior que é sempre assim
Quem não aprende no amor
Acaba aprendendo com a dor

Tudo porque, tudo porque
Tudo porque você mentiu

Tudo porque, tudo porque, tudo porque

Tudo porque, tudo porque
Tudo porque você mentiu

Tudo porque, tudo porque, tudo porque

Eu quero que você vá com esse amor falso
Pra puta que te pariu

Tudo Porque Você Mentiu ~ Ludmilla

De Rolê ~ Ludmilla & Ferrugem

- 23:41 ❞


Quer saber pra onde eu vou? Me segue
Quer provar do meu sabor? Me pede
Se eu mandar, você só obedece
Mas cuidado, baby, não se apegue

Porque eu sou da contramão
Daquelas que só quer falar de amor lá no colchão
E por conta própria, escolheu a solidão
Eu tenho um iceberg no lugar do coração
Não perde tempo, não

Expert no assunto maldade
Se eu quiser você, não passo vontade
Se eu disser que sim vai ser até tarde
Só que amanhã não sinto saudade

Aproveita a chance e mostra o que sabe
Representa que eu te dou liberdade
Quer ganhar o jogo? Tem uma lei
Cala a boca e garante o replay

É que hoje eu só tô de rolê
Só por essa noite eu vou pegar você
(BIS)

Quer saber pra onde eu vou? Me segue
Quer provar do meu sabor? Me pede
Se eu mandar, você só obedece
Mas cuidado, baby, não se entregue

Porque eu sou da contramão
Daqueles que só quer falar de amor lá no colchão
E por conta própria escolheu a solidão
Eu tenho um iceberg no lugar do coração
Não perde tempo, não

Expert no assunto maldade
Se eu quiser você, não passo vontade
Se eu disser que sim vai ser até tarde
Só que amanhã não sinto saudade

Aproveita a chance e mostra o que sabe
Representa que eu te dou liberdade
Quer ganhar o jogo? Tem uma lei
Cala a boca e garante o replay

É que hoje eu só tô de rolê
Só por essa noite eu vou pegar você
(BIS)



Tô de role, essa noite vou pegar você

É que hoje eu só tô de rolê
Só por essa noite eu vou pegar você
(BIS)

De Rolê ~ Ludmilla & Ferrugem

Desce Com Maldade, Sobe Com Autoridade ~ Ludmilla, Simone & Simaria

- 23:37 ❞


Já tá doidinha, perdendo a linha
Quem olha pensa que ela é princesinha
Esse decote que me comove
Uma mulher de onde tu veio tem mais lote
Essa tua boca é uma loucura
Tem o veneno que me mata e que me cura

Não me olha não, pra eu não me apaixonar
Mas faz aquele movimento do bumbum
Bumbum, bumbum com pressão pra me ganhar

Desce com maldade
Sobe com autoridade
(BIS)

Desce com maldade
Sobe com autoridade
E nesse clima de outro mundo
Isso vai virar sacanagem

Desce com maldade
Sobe com autoridade
(BIS)

Desce com maldade
Sobe com autoridade
E nesse clima de outro mundo
Isso vai virar sacanagem

Essa mina é demais, hã
Rebolando, então? Hã
Maravilinda, se ela quiser
Tem qualquer um na sua mão

E no baile ela chega, hã
E se vira nos trinte, o quê?
Fica bem louca, sobe na mesa
E põe a culpa na pinga

Não me olha não, pra eu não me apaixonar
Mas faz aquele movimento com o bumbum
Bumbum, bumbum com pressão pra me ganhar

Desce com maldade
Sobe com autoridade
(BIS)

Desce com maldade
Sobe com autoridade
E nesse clima de outro mundo
Isso vai virar sacanagem

Desce com maldade
Sobe com autoridade
(BIS)

Desce com maldade
Sobe com autoridade
E nesse clima de outro mundo
Isso vai virar sacanagem

Desce com maldade
Sobe com autoridade
(BIS)

Desce com maldade
Sobe com autoridade
E nesse clima de outro mundo
Isso vai virar sacanagem

Desce Com Maldade, Sobe Com Autoridade ~ Ludmilla, Simone & Simaria

Invocada ~ Ludmilla & Léo Santana

- 23:33 ❞


Eu te amava, não posso negar
também sofria, não posso mentir
Agora sou eu que não te quero mais aqui

Aprendi a viver sem você
Superei a emoção que eu tinha
Agora tô livre e solteira na pista

Se conforma, eu não vou voltar
Agora tu vai ver o que é sofrer
Vou te ensinar como se bota pra fuder

Desço empinando a bunda
Subo com a mão no cabelo
Quebro, de ladinho quebro
Na boquinha eu levo o dedo
(BIS)

Se eu me invocar

Desço empinando a bunda
Subo com a mão no cabelo
Quebro, de ladinho quebro
Na boquinha eu levo o dedo
(BIS)



Você me ama, não dá pra negar
E tá sofrendo, não dá pra mentir
Para de ser boba que eu te quero bem aqui

Eu não posso viver sem você
Você também não fica sozinha
Encontro marcado, a gente se esbarra na pista

Diz que vai, mas só pensa em voltar
Sabe que a gente tem tudo a ver
Quando bate o grave a gente bota pra ferver

Desço empinando a bunda
Subo com a mão no cabelo
Quebro, de ladinho quebro
Na boquinha eu levo o dedo
(BIS)

Se eu me invocar

Desço empinando a bunda
Subo com a mão no cabelo
Quebro, de ladinho quebro
Na boquinha eu levo o dedo
(BIS)

Invocada ~ Ludmilla & Léo Santana

Vai e Volta ~ Ludmilla

- 23:29 ❞


Uhu, iê
(BIS)

Você vai me perdendo aos poucos
Parece que não percebe
Tua mentira tão constante
Com certeza me enfraquece

O meu coração que chora
Meu sentimento padece
Já gritei aos quatro cantos
"Mande alguém que me merece"

Foi você quem jogou sujo
Deixou meu corpo de luto
Minha alma devastada
Você destruiu meu mundo

Invadiu o meu sistema
Causando um grande problema
Com esse sorriso
Tá fodendo o meu esquema

Uh
Por que você me complica?
Tava esquecendo, aí você me liga
Tento arrumar, mas só bagunço a minha vida

Uh, uhu
Eu nego, mas tá na cara
Quando te vejo o coração dispara
E a saudade aperta quando chega a madrugada

A gente vai, volta
Briga e se revolta
A gente vai, volta
Dá um beijo e chora

A gente vai, volta
Sempre assim do nada
Porque meu coração não tem vergonha na cara

A gente vai, volta
Briga e se revolta
A gente vai, volta
Dá um beijo e chora

A gente vai, volta
Sempre assim do nada
Porque meu coração não tem vergonha na cara

Uhu, iê
(BIS)

Você vai me perdendo aos poucos
Parece que não percebe
Tua mentira tão constante
Com certeza me enfraquece

O meu coração que chora
Meu sentimento padece
Já gritei aos quatro cantos
"Mande alguém que me merece"

Foi você quem jogou sujo
Deixou meu corpo de luto
Minha alma devastada
Você destruiu meu mundo

Invadiu o meu sistema
Causando um grande problema
Com esse sorriso
Tá fodendo o meu esquema

Uh
Por que você me complica?
Tava esquecendo, aí você me liga
Tento arrumar, mas só bagunço a minha vida

Uh, uhu
Eu nego, mas tá na cara
Quando te vejo o coração dispara
E a saudade aperta quando chega a madrugada

A gente vai, volta
Briga e se revolta
A gente vai, volta
Dá um beijo e chora

A gente vai, volta
Sempre assim do nada
Porque meu coração não tem vergonha na cara

A gente vai, volta
Briga e se revolta
A gente vai, volta
Dá um beijo e chora

A gente vai, volta
Sempre assim do nada
Porque meu coração não tem vergonha na cara

Vai e Volta ~ Ludmilla

MonTanha-ruSsa ~ Lary feat. Dreicon

- 22:35 ❞


Como pode ser assim, não sei
Toda vez que acaba já quero replay
Tipo montanha russa vai de cima a baixo
A queda é brusca e o corpo todo arrepiado

Te tiro do trilho, te causo arrepio,
Te levo pro alto
Desço nas curvas desse seu corpo
E você vai descendo do salto

E aí eu te jogo na cama
Frio na barriga e o quarto em chamas
E você me chama, com jeito me ganha
E em looping a gente se ama

Como pode ser assim, não sei
Toda vez que acaba já quero replay
Tipo montanha russa vai de cima a baixo
A queda é brusca e o corpo todo arrepiado
(BIS)

E a gente vai fundo sem medo de cair
Mesmo sem saber de tudo o que ainda está por vir
Vontade que bate, insanidade, nível hard
Então não deixa pra depois, porque também vai ter mais tarde

Como pode ser assim, não sei
Toda vez que acaba já quero replay
Tipo montanha russa vai de cima a baixo
A queda é brusca e o corpo todo arrepiado
(BIS)

MonTanha-ruSsa ~ Lary feat. Dreicon

Cama de Casal

- 17:42 ❞

Cama de casal!
• Cama Box D45 ~ Colchões Cesar Aratomic: Eu tava louca pra trocar minha cama por uma de casal, prqê eu tava querendo mais espaço & pra qnd vier alguma pessoa dormir akê. Mas queria box, prqê aquelas de madeira não tem resistência nenhuma. Aproveitei qê a minha tinha quebrado & comprei essa nova. 😍
Bgs. 😘

Coraçãozinho

- 00:29 ❞


Coraçãozinho vagabundo
vai conhecer o mundo
deixa de ser bobo, muda de assunto
vira homem!
Quer dizer, vira homem não
vira outra coisa
vira do avesso
quebra o gesso
o gelo!
E se derrete por inteiro.

Não deixe que te encontrem
vai de encontro
não se arrasta
só se arrisca
dá sopa pro azar
e pra sorte!
Dorme na esquina mais perigosa
e permita ser roubado...

Pois é preciso querer,
coraçãozinho.

30/05/2019

- 23:59 ❞

Stories
do dia


30/05/2019 ~ 12:19

Bumblebee

- 23:43 ❞

Ficha
• Título Original: Bumblebee
• Lançamento: 25 de dezembro de 2018
• Dirigido por: Travis Knight
• Atores: Hailee Steinfeld, John Cena, Jorge Lendeborg Jr....
• Gêneros: Ação, Aventura, Ficção Científica
• Nacionalidade: China, Estados Unidos da América
Sinopse
1987. Refugiado num ferro-velho numa pequena cidade praiana da Califórnia, Bumblebee, um fusca amarelo aos pedaços, machucado e sem condição de uso, é encontrado e consertado pela jovem Charlie (Hailee Steinfeld), às vésperas de completar 18 anos. Só quando Bee ganha vida ela enfim nota que seu novo amigo é bem mais do que um simples automóvel.
Opinião
Eu pensei qê o filme ia ser mais ação, mas o filme é o mais amorzinho possível. O Bumblebee é um amor. Me emocionei & tudo. Adorei mais do qê achei qê ia gostar.

★★★★

Falta

- 00:34 ❞


Eu sinto falta de alguém que se quer existe. E, isso me faz imaginar se essa pessoa está dentro de mim.

- Meredith Marple

29/05/2019

- 23:59 ❞

Stories
do dia


29/05/2019 ~ 10:55

29/05/2019 ~ 21:02

Feliz Aniversário, Roseane!

- 15:01 ❞


Amiiigaaaaa, hoje é um diia tão especial pra miim. Vcê nasceu & Deus me deu esse presente maravilhoso qê é participar da tua vida. Ser tua amiga é sempre essa alegria, não apenas por vcê ser essa pessoa qê me diverte & me faz tão beem, mas também por ser essa amiga presente, por em todos esses anos a nossa amizade nunca mudar & a gente sempre fazer questão de estar presente uma na vida da outra. Espero que Papai do Céu sempre te ilumine & te dê mtas conquistas, prqê vcê merece, por ser essa pessoa guerreira, qê corre atrás dos seus objetivos & mesmo com todas as dificuldades da vida, sempre nos recebe com um sorriso no rosto & essa alegria no coração.

Te Amo! ❤️

Feliz Aniversário! 🎂 🎈 🎁 🎉

Bgs. 😘

Para RD

Coração

- 00:28 ❞


O coração dela:
2.0
Turbo
270 cavalos de potência
Vai do gostar ao tanto faz em três segundos.

Cansada

- 00:33 ❞


Estou cansada
de ter que me despedir
eu quero a paz de nunca mais
dizer adeus.

- Neira Galvez

Sexta-Feira

- 19:17 ❞


Toda sexta-feira a noite eu saio sozinho. Toda sexta-feira eu finjo querer estar sozinho. Quero estar sozinho exatamente para ninguém atrapalhar que o amor da minha vida me encontre, enquanto eu disfarço não querer esse encontro. O problema é que, o amor da minha vida pode tropeçar no meu pé, cair nos meus braços, me dizer "oi", perguntar o meu nome e oferecer uma cerveja, e eu não irei notar. Eu não reconheço o amor nem de perto e nem de longe (talvez por ter visto tão pouco), mesmo que ele caia nos meus braços e diga oi, mesmo que estivesse vestido de coração com uma placa segurando o meu nome. Se o amor tropeçar em mim, é provável que ele espatife no chão. E toda sexta-feira eu saio sozinho.