07:34

Jeito


Desculpa, eu não quero ser a pessoa qê te pressiona pra ficar, qê te pressiona pra se decidir. Nem combina cmg. Eu sou sempre a pessoa qê deixa todo mundo livre prqê eu gosto de ver voltar. Desculpa por sempre falar as mesmas coisas & por mudar de opinião tão de repente. A verdade é qê eu nunca soube amar, nunca, nunquinha. Eu nem sei o qê é amor... Eu só sei das vontades qê eu tenho, qê eu sempre tive, vontades de ter as coisas qê sempre foram boas. Lembra qnd a gente dormiu em cama separadas, mas de mãos dadas!? Lembra qnd a gente ria na sala de aula de doer a barriga, mas não podia atrapalhar a aula!? Ou qnd a gente ficava deitados um olhando pro outro!? Ou qnd eu corria pra te ligar pra te contar uma besteira qualquer!? Lembra qnd a gente ria depois de tudo como se aquilo fosse a coisa mais engraçada do mundo!? Eu só queria ter tudo isso pra sempre. Desculpa por só saber demonstrar meu amor de uma forma possessiva & mandona. Mas é qê eu sempre tive medo de chegar alguém & fazer com vcê as mesmas coisas qê a gente fazia, prqê qualquer pessoa seria melhor do qê eu, qualquer pessoa nova te traria mais esperança do qê eu &, com certeza, te daria mais segurança do qê eu. Prqê eu preciso ser do mundo, achar qê eu posso ir embora a qualquer momento & achar qê eu conseguiria ir. E desculpa por me importar com tantas besteiras, é qê eu nunca acreditei em grandes declarações, sempre gostei das coisas pequenas, aquelas qê ninguém vê, só eu vejo, só eu sinto, só eu sei o qto são importantes. Vcê me conhece & sabe mais do qê ninguém como eu sou & eu não sei até onde dá pra mudar, onde dá pra consertar, não sei até onde é o limite qê me faz ser eu, prqê, venhamos & convenhamos, se não fosse 'eu' não seria 'a gente', se não fosse 'vcê' também não seria 'a gente'. E a gente é o qê é, desse nosso jeito torto. Se dá pra melhorar!? Dá. Sempre dá. Mas eu não tô akê pra te pedir uma decisão, eu tô akê prqê sempre estive. Eu não quero qê vcê deixe de curtir o mundo, nem qê deixe de ter as suas experiências, nem qê deixe de ser feliz, nunca. Mas se um diia, qualquer diia, essa sua felicidade depender de miim, me avisa. Eu não faço a mínima ideia do qê fazer com isso, mas a gente dá um jeito. A gente sempre dá.

Para BE


Nenhum comentário:

Postar um comentário