20:02

Medusa ~ Bonde da Stronda


Vagabunda conheço de longe e de perto eu acabo comendo
Olha a lua como tá pertom é melhor me manter atento
To na rua me curando da merda do seu veneno
Já foi quinze tequila, daqui a pouco é seu rosto que eu to vendo

Olha só, olha só, olha só, olha só o que você fez
Calma lá, calma lá, não é assim, não é pra eu tá de conversa com ex

Assim fica difícil, vai, vai, assim fica difícil, vai, vai
Medusa, me seduza, mas não tente me passar pra trás
(BIS)

Mas que sorriso lindo, já me deixou sorrindo
Fiquei hipnotizado, já imaginaram eu te fazendo um filho
Fiquei petrificado, não to exagerado
E quem diria que ela iria fisgar logo o mais brabo

Então, faz o seguinte guarda um segredo pra mim
Eu já me liguei no seu truque, mas pra cima de mim, não
Vou subir contigo, vamo entra num brilho
Me apresenta os teus amigos, eu finjo ser seu homem, eu finjo

E antes que eu me esqueça, e antes que eu enlouqueça
Já faz um tempo que eu não tiro você da cabeça

Assim fica difícil, vai, vai, assim fica difícil, vai, vai
Medusa, me seduza, mas não tente me passar pra trás
Não tente me passar pra trás

Tudo calmo e tranquilo aqui no meu setor
Com essa mina pelada
Pela madrugada só nós sem caô
Me chamando de amor

Me olhando direto me petrificou
Até pensei ficar distante pra não me envolver
Até porque o meu semblante muda com você,
Mas o importante é que quando a gente se vê
Fica tudo tranquilo aqui no meu setor

Com essa mina pelada pela madrugada
Só nós sem caô, me chamando de amor
Me olhando direto me petrificou

Até pensei ficar distante pra não me envolver
Até porque o meu semblante muda com você,
Mas o importante é que quando a gente se vê
Fica tudo tranquilo aqui no meu setor

Devia ter feito isso antes
Todo dia um motivo pra te vê, pra levar adiante
Vem a noite inteira, vem a noite inteira
Que eu te acho de qualquer maneira

Que eu faço no quarto, na sala e na banheira
Mina vem a noite inteira
Putaria, suas amigas querem a fama passageira
Que você jogou na roda
Contou a nossa foda, contou a nossa história

Pisa devagar senão tu se degola
Não vou cair fora, mas agora o papo é reto
Tuas amigas de você nem chegam perto
E se chegasse só se tu achar que é certo

Melhor eu ser sincero antes que isso nos iluda
Eu não entendi essa mensagem sua: Tô na rua
Eu só tenho estúdio, rimas pra fazer, estude
Minas pra gemer, quando o grave bater elas vão saber

Quem que vai te salvar?
Quem que cê vai ligar?
Quem que sempre vai tá lá?
Quem que vai te soltar?

Medusa, abusa firme do poder
Elegância, postura
Procura presas de alto nível
Ela é a droga mais pura
Viciante, se visse antes
Ela já tava fumando minha blunt

Tudo calmo e operante aqui no meu setor
Com essa mina chapada
Pela madrugada só nós sem caô
Me chamando de amor

Me olhando direto me petrificou
Até pensei ficar distante pra não me envolver
Até porque o meu semblante muda com você
Mas o importante é que quando a gente se vê
Fica tudo tranquilo aqui no meu setor

Medusa ~ Bonde da Stronda

Nenhum comentário:

Postar um comentário