00:04

Desculpa


Desculpa! É a única coisa qê eu tenho pra te dizer agora. Desculpa por não me entender. Eu aprendi qê a minha forma de perceber o amor é na perda. E hj eu entendo isso. Qê irônico, né!? Eu jamais imaginei qê existiria uma pessoa pra miim como vcê. E se, um diia, eu desejasse isso, eu jamais imaginaria qê eu não ia fazer a mínima ideia do qê fazer nesse momento. Eu não vim akê pra falar dos meus defeitos & de todas as coisas qê eu já fiz de errado. Prqê com o tempo eu aprendi a me amar. Eu aprendi a amar cada defeito ou característica qê existe em miim. Mas acima disso tudo, eu aprendi a me respeitar. Eu aprendi a respeitar meus momentos bons & meus momentos ruins, minhas vitórias & meus vacilos. Eu aprendi a conviver com todas as decisões qê eu tomo na vida & aprendi a nunca me forçar nada. E quer saber!? Eu tô bem com isso. Eu tô bem cmg. Eu tô bem de verdade. Eu acho qê se as coisas não tivessem acontecido do jeito qê foram, eu jamais chegaria akê. Eu jamais chegaria a esse ponto. Nós amadurecemos mto com o tempo & de tudo qê amadureceu, a nossa relação foi a qê mais foi impactada com isso. Hoje a gente já não briga tanto, a gente não se enjoa tanto, nem força um ao outro ser o qê a gente queria qê fosse. Mas acima de tudo, a gente se priva tanto, a gente sente tanta saudade, a gente se contém demais. Eu nunca imaginei qê eu pudesse amar tanto uma pessoa dessa forma, em qê eu desejasse tanto qê ela fosse feliz. Meus sentimentos sempre foram egoístas demais. Mas mesmo te amando tanto, eu ainda preciso me lembrar qê o grande amor da minha vida, ainda, sou eu. Eu jamais duvidaria de todo sentimento qê vcê tem por miim, mas eu duvido das coisas qê vcê seria capaz por miim. E eu não posso deixar alguém com essa coragem perder pra vcê. Não é justo. Não é justo cmg, nem com ele, nem com vcê. Cê sabe qê eu sempre esperei alguém, alguém qê fosse me fazer feliz & me fazer sentir completa. Mas esse alguém nunca chegou. Nunca veio, até hj. Mas eu aprendi com a vida a sempre acreditar. Eu aprendi a ser forte. Mesmo qnd tudo estava dando errado, eu sempre era forte. Mesmo chorando & sofrendo, eu sabiia qê uma hra tudo ia passar. E é por isso qê eu não tenho medo de partir. E, talvez, esse seja o meu maior defeito. Eu preciso de alguém qê esteja disposto a fazer por miim todas as renúncias qê eu terei qê fazer. Eu preciso de alguém qê me faça acreditar qê eu não vou levantar um diia, cheia de coisa na cabeça, pensando qê a única solução pra resolver as coisas seja ir embora. No diia qê eu disse qê te amava, eu não tava mentindo. Por mais qê depois eu tivesse te deixado & por longos diias eu tivesse duvidado de quem era o grande amor da minha vida, eu sabiia qê eu amava vcê. Do seu jeitinho. Até com aqueles defeitos qê me dava vontade de te matar, às vezes. Mesmo assim, toda vez qê eu partia, eu voltava. Qnd a gente brigou & passou todo aquele ano sem nos falar, pra miim, foi o pior ano da minha vida. Tanto pela sua falta, qto por todas as outras coisas qê perderam a graça depois qê vcê se foi. Mas como eu sou forte, eu não fui atrás. Prqê eu sempre te respeitei. Mesmo qnd eu não te entendo, mesmo qnd eu não concordo com vcê. Mesmo assim, eu te respeito. Eu respeito todos os medos qê vcê tem, todas as coisas qê vcê acredita & todos os sonhos qê vcê tem. Mas é mto difícil pra miim fazer parte disso tudo. É mto difícil, prqê mesmo fazendo parte, eu não faço parte de verdade, entende!? É como se vcê tivesse a sua vida & eu fosse uma vida paralela qê vcê para pra viver de vez em quando. E eu preciso de um pouco mais. Eu preciso acreditar de novo nas coisas, eu preciso ter o coração limpo, eu preciso ir com todas as esperanças, em vez de ficar procurando o momento em qê tudo vai dar errado mais uma vez. E, desculpa falar isso, mas vcê sabe qê o qê nós temos não é o suficiente pra miim. Prqê eu sou exigente, sempre fui, & essa é mais uma das coisas qê eu aprendi a respeitar em miim. Eu jamais vou dizer pra vcê qê o qê nós sentimentos não é suficiente, sempre foi. Mas eu quero algo qê una sentimentos & realidade. E eu já tive os dois, mas nunca tive os dois juntos. Desculpa por eu ser assim. Desculpa, por eu não saber se quero ter filhos. Desculpa, por eu não saber se eu quero me casar. Desculpa, por eu não querer sair da casa da minha mãe. Desculpa, por eu não ceder um milhão de vezes. Mas sempre fomos eu & eu de mãos dadas nessa vida. E nós duas aprendemos a nos amar, a nos respeitar &, principalmente, a conviver. Eu sempre achei qê eu podia esperar, mas a vida me fez ansiosa. Me fez ser a pessoa qê quer tomar decisões imediatamente, & é por isso, também, qê eu vou & volto tantas vezes. Eu não tenho medo de perder, eu não tenho medo de mudar, eu não tenho medo de sofrer. Prqê eu sei qê eu sou forte. Mas mesmo sendo forte, eu sei qê eu não sou a pessoa qê vcê queria pra vcê, mas eu sou a pessoa qê eu queria pra miim. E isso me faz ter uma plenitude inexplicável. Eu parei de me criticar, de me arrepender das coisas. Parei de fazer as coisas qê os outros achavam qê eu devia fazer. Eu me tornei mais eu, eu me tornei quem eu queria ser, & eu me sinto bem com isso. Desculpa, se isso nunca vai ser o suficiente pra vcê. Desculpa, se vcê não consegue enxergar a mulher incrível qê eu me tornei. Eu sei qê têm mta gente por aí qê vai conseguir enxergar isso. E isso me faz ter esperança. Isso me faz querer procurar & encontrar essas pessoas. E eu não posso deixar de dar a oportunidade pra uma pessoa dessas por causa de vcê. Eu não posso te deixar afetar todo o futuro qê eu ainda vou ter. Eu não posso te deixar mudar todo o plano qê eu passei a vida inteira tentando cumprir. Eu preciso de alguém qê não tenha medo se arriscar, de alguém qê não tenha medo de assumir. Alguém qê saiba qê eu vou desistir mtas vezes, mas qê tem a convicção & certeza qê vai fazer de tudo pra eu voltar. Alguém qê vá ficar, prqê de desistir já basta eu. Eu quero te dizer qê todo diia vem sendo difícil pra miim. Difícil prqê eu não posso ser eu. Eu não posso fazer todas as coisas qê eu tenho vontade, nem falar todas as coisas qê eu queria dizer, nem ser quem eu queria ser. E eu, com toda essa filosofia de qê a gente deve sempre ser nós mesmos, venho me contradizendo. É difícil ser só a sua melhor amiga. Se é qê eu eu sou a melhor nisso, né!? Eu não quero te perder. Nunca. Mas eu preciso te perder. Eu preciso fechar esse ciclo de uma vez por todas. E vcê sabe qê qnd ele fechar vai ser pra sempre. Prqê eu até quebro as promessas qê eu faço pro mundo, mas eu não quebro as promessas qê eu faço pra miim. Eu aprendi a ser verdadeira cmg mesma. Eu não sei como eu vou fazer isso, mas eu vou fazer. Eu não sei se as coisas vão mudar ou vão continuar as mesmas. E eu nem sei se mudar, se vai ser só por agora ou pra sempre. Prqê eu me sinto carregando nas costas o peso dessa relação, & eu já estou cansada. Eu tô cansada dos diias sem propósitos, desses caras "tanto faz" qê aparece na minha vida. Eu tô cansada de não ser mais correspondida. E eu prometi pra miim mesma, qê mesmo qê se eu não fosse ser feliz, eu ia tentar. Com todas as minhas forças, eu ia tentar até o fim. Isso não é um adeus, não é um até logo. Isso é a segunda vez qê eu tô dizendo qê não tá dando pra miim. Eu já tentei a primeira & continua não dando. Pode ser qê eu nunca vá embora de vez, mas pode ser qê um diia eu suma de repente. Não quero te dar esperanças, nem te fazer medo. Mas eu quero qê qnd alguma coisa acontecer, vcê faça por miim o mesmo qê eu faço por miim todos o diias. Eu peço apenas, qê vcê me respeite.

Para BE

Nenhum comentário:

Postar um comentário