03:04

Troca


Essa mania de achar que tudo é troca. Dar um abraço esperando um beijo, um elogio esperando um obrigado, fazer o bem querendo um prêmio. Carinho é exatamente isso, é entregar sem esperar nada. Depois que você já deu, já não é mais seu. O beijo, o abraço ou a mordida, a gente dá, não empresta. Por isso eu te digo, tudo que você me deu, ficou comigo. Se quiser de volta, se quiser muito, podemos negociar. Olhos nos meus olhos, vem buscar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário