- 13:47 ❞

Sábado


Sábado a noite e eu não quero nada. Quando foi que eu passei a transformar sábados em domingos? Logo eu, que transformava terças em sextas, quartas em sábados e quintas em dias de ressaca, com muita água pra chegar na sexta de novo. Tem muito de você aqui, tanto na minha inquietude de querer abraçar tudo, quanto nesse momento: meio tédio, meio sossego. Eu até prefiro e gostaria de ficar em casa, acho que temos que estar muito tranquilos com nós mesmos para a cama e a TV completarem uma noite. Queria mesmo continuar aqui, vivendo esse domingo em pleno sábado, mas não dá (sério, não dá), não tá cabendo eu e essa saudade no mesmo quarto. Vou pra lá me arrumar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário