Acampar

- 23:44 ❞

Eu tenho essa mania de querer acampar no quintal dos outros, tentar ser querido, até por quem não está nem aí. Quer dizer, vamos ser sinceros, principalmente por quem não está nem aí. De onde vem esse gosto de tentar agradar quem não merece ou simplesmente não quer ser agradado? Esse tesão por quem te faz de invisível, não te dá bola, aquele ar de impossível. Será que é o desafio? Desafio seria uma desculpa adequada, pois ao invés de trouxa eu me passo por corajoso. Eu gosto de quem não se faz notar, quem passa despercebido, mas gosto ainda mais de quem não me nota. Parece que o olhar te pula por querer, por mais que você tenha tentado chamar atenção uma noite inteira. Não tem nenhuma novidade no "gostar de quem não gosta de mim", e mesmo sabendo que é assim desde sempre, não tem nada que eu faça para mudar. Tirando o tempo perdido, as mensagens desnecessárias, os encontros chatos em que você se entrega sozinho, tem apenas uma coisa realmente ruim nisso tudo; eu encho meu coração com essas pessoas, distribuo elas em lugares importantes, enquanto quem vale a pena se aperta nos espaços que sobram. Parece que você quer fazer quem não gosta de ti, gostar a tudo custo, enquanto quem gosta assiste até desistir. Mas ela já gosta de mim, o que mais eu posso fazer? Poxa, Bruno... dá até dó de ti. Começa esvaziando a casa e recebendo uma pessoa de cada vez, e quando gostar de alguém o tanto que ela gosta de você, vai faltar tempo para que faça tudo que ela merece. Não tenha pressa, logo mais acontece, por enquanto pode continuar sendo feito de bobo. Aqui entre nós, você é muito bom nisso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário