Teu Lugar

- 20:20 ❞

Se tivesse outra vida, ainda iria querer que você sentasse ao meu lado. Que a gente se encontrasse, num show de rock ou numa noite bonita onde eu só eu não sorria. Se tudo fosse diferente, eu ainda iria pedir para ser você. De todo mundo que passa, eu sussurraria no ouvido do destino quem eu escolheria para ficar, e teria o teu tamanho, o teu sorriso, o teu jeito falante de fazer esquecer o mundo. Se eu tivesse só uma chance de te fazer ficar... Por isso sou tão medo quanto sou amor - e eu duvido que alguém possa me julgar. Eu engasgo as mentiras que a vida me manda, mas você é a verdade que eu consegui engolir. Mesmo na dúvida, te deixei entrar. Mesmo no trauma, você está lá. Mesmo na insegurança, você me segura. Eu fico tentando te ensinar a sorrir, escondendo a minha dor para te fazer enxergar que nem tudo são lágrimas, embora eu mesma ceda bastante a chorar. Eu fico te mostrando os sonhos que a gente pode, sim, alcançar, só não sei como. Eu limpo a tua lágrima querendo mesmo é limpar a tua alma, que nem sabe, mas é muito igual a minha. Eu quero te tirar a solidão e a tristeza, mesmo nunca tendo vencido isso em mim. Porque o teu banco é ao lado do meu. Porque o meu coração é colado no teu. Porque um dia de cada vez pode ser o nosso "eterno enquanto dure". É contigo que eu quero enganar o tempo, a solidão, a tristeza, o impossível... O que vier. O teu olhar perdido na escuridão nunca vai escapar do meu.
Eu não sei para onde o ônibus da vida vai, mas eu guardei o teu lugar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário