O Que Diabos Eu Tô Fazendo Aqui?

- 12:34 ❞

Não bastasse o fato de estar numa rocha gigante flutuando pelo Universo, ainda consigo arrumar tempo e espaço nessa cabeça maluca para questionar pequenezas. Quando olho no espelho e me deparo com o mesmo rostinho de sempre, sem acreditar que eu sou eu, às vezes, até sem desejar ser esse rostinho, pois tenho assistido esse filme por trás dos meus olhos durante muito tempo, o suficiente para dizer, "chega, serei outro agora". Questionar a existência deveria ser o bastante para que eu não me preocupe com o encontro do Tinder, as eleições, o meu time do coração, ou a falta de alguém. Afinal, o que é a saudade perto desse sentimento de "o que diabos eu tô fazendo aqui?". Sejamos sinceros, para o meu corpo sobreviver ele precisa de água, carboidratos, proteínas e vitaminas, ele não precisa dessa sensação de pertencimento, alguém dizendo que me ama. A gravidade tem feito o seu papel muito melhor do que qualquer carta de amor. Mas, no fim do dia, o que me incomoda é a mensagem que não foi respondida. Sério, o que diabos eu tô fazendo aqui?

Nenhum comentário:

Postar um comentário