03:45

Sonho


O sonho de hoje é pequeno. É o japa no restaurante favorito, é a volta mais cedo do trabalho, é acordar querendo um amor possível. Tédio, é o que eu quero, me cansar de tanto descanso. Quero ouvir um disco e repetir uma música oito vezes, quero conhecer alguém de coração gigante, quero ser o primeiro o amor e nunca mais amante. Quero a Coca-Cola gelada de doer, notar um sorriso no metrô que ninguém mais vai ver. Quero acordar rindo. Quero acordar rindo, ouviu? Quero o que posso, o impossível fica pra depois. Quero só mais duas coisas; quero estourar plástico bolha e quero nós dois.

Nenhum comentário:

Postar um comentário