Acho Bonito

- 02:21 ❞

Na tristeza me apego a pequena gentileza do carro que diminui a velocidade e o corpo que acena de dentro com as mãos abertas para que a gente atravesse a rua sem ter que correr, afinal, para que correr? Ou no esbarrão no metrô em que a gente se desculpa e escuta um "não foi nada" de alguém que, assim como nós, vive o céu e o inferno nos pensamentos. Acho bonito alguém entregando o lugar na fila, como se a vida não pedisse pressa, como se a fila não fosse o tempo diminuído. acho bonito quem responde com frases longas o idoso e ri junto das piadas sempre feitas. Acho bonito quem sorri junto. E no gesto do desconhecido encontro uma bondade pequena e salvadora, que nos salva de nós mesmos. Acho bonito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário