Casa

- 22:43 ❞

Chego em casa como se a vida fosse uma jornada em busca da minha cama. Ao abrir a porta decepciono o cachorro com pouco carinho e logo tento tirar a camisa que se agarra as minhas costas, no meio da luta consigo arremessá-la no sofá. Depois trato de tirar o cinto, a calça, os sapatos e as meias, meu deus, como é difícil tirar as meias, uma fica na escada e da outra só consigo me desfazer no quarto. Vou me descamando pela casa, deixando um rastro de cansaço. Quando chego na cama, feliz e acreditando estar sozinho, você dá um jeito de invadir os meus pensamentos como quem pergunta, "Achou mesmo que não pensaria em mim o dia todo?". O teto me olha e implora para eu descer para o escritório, só para escrever um texto bobo contando o quanto desejo que um dia você se transforme numa camisa jogada no canto do meu sofá, que eu me desfaço para dormir realizado após um dia que parece não ter fim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário