De Verdade

- 18:29 ❞

Vcê foi o único cara qê me amou de verdade. Ponto. É isso! Todos os outros amavam a pessoa qê eles achavam qê eu pudesse ser. Vcê foi o único qê aceitou & entendeu todas as minhas coisinhas. Vcê me amava por todas elas. Vcê entedeu o fato de eu nunca conseguir chegar cedo nos lugares. Vcê entendeu o meu problema de acordar tão tarde. Vcê entendeu qnd eu sumia, qnd eu não ligava & qnd eu dizia qê não queria te ver. E mesmo com tudo isso, vcê entendia qê eu amava vcê. Vcê sabia qê eu te amava nos detalhes. Vcê sabia qê eu te amava qnd eu te pedia pra ficar cmg até eu dormir. Vcê sabia qê eu te amava qnd a gente ficava só deitados na cama jogando conversa fora. Vcê sabia qê eu te amava qnd eu te deixava livre, qnd eu te deixava vcê ser vcê. E é por vcê me amar de verdade, qê depois de vcê eu nunca mais dei certo com ninguém. Ninguém me amou como vcê me amou. Ninguém nunca me enxergou. Ninguém me viu além dessa casca qê eu mostrava pro mundo. E eu nunca fui tão plena qto eu era qnd eu estava com vcê. E eu te amava mto. Eu te amava prqê eu te admirava. Eu admirava como vcê era sempre justo, como vcê ajudava todo mundo & como vcê nunca deixou a sua vida pra viver a minha vida. Eu admirava como vcê nunca deixava as brigas pequenas se tornarem grandes & como vcê nunca brigava cmg. Vcê sempre tava disposto a se resolver de verdade, vcê sempre conseguia se abrir pra mim & entendia o meu lado. E é por isso qê nada deu certo depois disso, ninguém nunca conseguiu me amar como vcê. E eu sei qê eu não posso procurar o mesmo amor por aí, prqê ninguém é igual a ninguém. Mas eu preciso de alguém qê goste de miim de verdade, como vcê gostava. Eu preciso de alguém pra fazer como vcê fazia. E pode até ser pessimismo da minha parte, mas eu sei qê eu nunca vou encontrar outro amor desse por aí. E talvez eu até me contente com um amor mais ou menos & siga em frente fingindo pro mundo qê tá tudo perfeito. Prqê a gente nunca pecisou fingir nada, nem provar nada pra ninguém, neah!?

Para ES

Nenhum comentário:

Postar um comentário