Saudade

- 02:40 ❞

Tem quem ache bonitinho quando eu escrevo sobre o meu coração partido, mas é que eu nunca conto sobre os que eu já parti. E a gente parte um montão e um outro tanto que nunca vamos saber. Será que alguém escreve sobre mim? Por isso dá pra entender a sua indiferença, é realmente difícil corresponder a um desejo que não é seu. Alguém cheio de saudade de você e você sem nada pra entregar. Acho importante lembrar que estamos dos dois lados nessa história, você também deve sentir falta de alguém. A poesia que eu fiz pra você, voltou. Provavelmente você mostrou pra ele, que mostrou pra ela, que mostrou pra ela, que mostrou pra ele, pra ela, pra ele, pra ela, que mandou pra mim. Depois de passar por tanta gente, já nem sei se essa poesia é minha. Quer dizer, tua.

Diferente de você
a saudade
não vai embora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário