Limbo

- 21:49 ❞

Ela não foi uma namorada, mas chamá-la de amiga seria pura inocência de quem precisa diminuir sentimentos. Estavam naquele limbo entre não ser nada e ser tudo. Dizer "eu te adoro" era pouco e dizer "eu te amo" era muito. Na dúvida, nada disseram. Ela tentou. Ele sabe. Ela sabe. Não é possível afirmar que houve um final ou uma despedida, pois o que nada é não finda nem começa, somente se desfaz na poeira que o vento sopra para fora de casa, poupando a limpeza de algo que nunca saberão que ficou por instantes sujo.

- Dono do Tempo, Bruno Fontes

Nenhum comentário:

Postar um comentário