Penso

- 01:46 ❞

Parece que a saudade e a diversão ocupam o mesmo espaço e não cabem juntas. Eu não penso em você quando estou me divertindo, sério, eu não penso, mas o problema é que eu não me divirto o tempo todo. Talvez por isso eu quero estar sempre na rua. Talvez por isso todos aqueles romances confusos, as festas durante a semana, e aquela conta absurda do cartão de crédito. De alguma forma você pode dizer que eu estou fugindo de você, pois é, devo estar. Se soubesse quantas pessoas eu conheci nessa fuga, quantos abraços, porres e novas músicas. Nessas de fugir, a gente acaba se refazendo de várias formas, se arriscando mais. Você agora é a minha melhor desculpa pra aprontar sem medo, pra justificar novas paixões e pra assinar todas as besteiras que eu faço. Claro que boa parte do dia eu te queria aqui do meu lado, mas no resto do tempo, todo resto, eu me divirto pra caramba. Quem me vê andando na rua, naquele andar tranquilo e sorriso fácil, nem imagina que eu ainda penso em você. Eu acho ótimo, é melhor que não saibam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário