Guardo

- 18:48 ❞

Eu guardo cada detalhe teu para recordar depois, o cheiro dos seus cabelos, seus olhos amendoados que eu amo, seu sorriso de canto, ah suas covinhas, amo suas covinhas bem no cantinho quase imperceptível. Aquele seu sorriso de canto, o jeito que me olha quando tá nos meus braços.

Porque é sempre a noite quando a saudade de ti mais me aperta?

Nenhum comentário:

Postar um comentário