DESCOBRIDOR ~ Lagum & Emicida

- 22:11 ❞

Estou pra ti como um descobridor ao ver a costa
Ou como o vento numa vela sem resposta
Se perco tempo apostando na jornada
Ou se me perco passeando em suas costas

Deixa ser, vamo lá
Sem bússola ou mapa continuo a navegar
Deixa ir, tudo bem
Não teria graça se soubesse onde ia dar

Laraialaiá
Laraialaiá
(BIS)

Não sei mais
Eu paro e vejo quanta coisa eu
Deixei pra trás
Faz falta, mas eu quase não me lembro

Quem me dera
Dormir e acordar sem preocupar com o que passou
Quem me dera
Se o tempo fosse o único inimigo de nós dois

Quem me dera
Se o que tem pra hoje fosse deixado pra depois
Quem me dera

Laraialaiá
Laraialaiá
(BIS)

Sempre me perco tentando ver
Memórias de onde eu nunca fui
Será que era só pra ser assim?



Eu vejo o vento soprando a vela
Aprendo com o tempo
Às vezes a bússola é meu sentimento

E beijo a vida com a gana dos favela
No afã de uma aquarela
Me virando como um catavento

Eu tava quase morto, mas um porto cais
Foi ela que me acalma tipo florais
Eu brigo pra manter essa paz

Dormir e acordar sem preocupar com o que passou

Quem me dera
Se o tempo fosse o único inimigo de nós dois
Quem me dera
Se o que tem pra hoje fosse deixado pra depois

Quem me dera

Laraialaiá
Laraialaiá
(BIS)

Laraialaiá
Laraialaiá
(BIS)

DESCOBRIDOR ~ Lagum & Emicida

Nenhum comentário:

Postar um comentário