11 de Dezembro

- 16:11 ❞

Eu soube que não era mais sobre você quando quase no fim de uma sexta-feira turbulenta meu celular me recordou que era dia 11. 11 de dezembro sempre foi nosso paraíso particular, e anos depois também foi a minha ruína.
Ontem eu estava em outro carro que não era o seu, beijando outra boca que não era a sua, nos braços de alguém que não era você, e eu me senti totalmente bem com isso. Foi ali, olhando para o visor do meu celular, que eu soube que não seria mais sobre você nunca mais na minha vida. Depois de longos cinco anos, eu te enterrei.
Não sinto mais a sua falta, nossa história não tem mais nenhum poder sobre mim. Essa é a última vez em que eu escrevo para você.
Eu estou com outra pessoa agora e essa foi a melhor coisa que me aconteceu em tempos. Ele é totalmente o seu oposto. Ele é calmaria e aconchego. Ele me traz segurança, enquanto você só me trazia dúvidas. Todas as atitudes dele são baseadas em coerência e sensatez ao passo que as suas eram desequilibradas e inconstantes. Você sempre agiu feito um moleque, mas a diferença é que antigamente eu tentava encontrar desculpas que justificassem seus comportamentos sempre tão infantis, previsíveis e mesquinhos. Como eu pude suportar tudo isso tantos anos? Me pergunto como eu tolerei tantas idas e vindas que me bagunçavam e me machucavam inteira.
Você nunca me mereceu e eu sei que você sabe disso porque tem algum tempo que minha caixa postal anda lotada de mensagens suas. E eu também sei que você nunca acreditou que esse momento chegaria. Que eu iria embora de verdade, sem olhar para trás ou pestanejar e que você seria aquele por quem implora por mais uma chance. Sei que você não se imaginava assim, sozinho... logo você, sempre cheio de mulheres e compromissos. Tenho certeza que você nunca pensou que eu seria a primeira a seguir em frente.
Eu achei que você seria a tempestade que arruinaria a minha vida para sempre. Eu imaginei que você fosse assombrar meus pensamentos pelo resto da eternidade. Eu estive completamente enganada. Nossa história morreu já tem muitos anos e fomos estúpidos de caracterizar isso como uma paixão real e arrebatadora. Eu pensei que o amor carregava o seu nome. Acreditei que estava tudo bem você ir embora tantas vezes, contando que sempre voltasse pra mim. Que tantos anos lutando por algo fadado ao descontentamento era normal, levando em conta que existia tanto amor. Eu realmente acreditei que nossas explosões eram magníficas, mas hoje eu consigo enxergar que estava tudo cinza.
Também percebi que o amor é muito diferente do que pensei conhecer. Não sei se você me amou. Não acredito que um sentimento tão puro e brando seja o responsável por tantos choros escondidos e por tantas crises de ansiedade. Você me fez muito mal. Várias e várias vezes durante anos. Não quero mais ouvir a sua voz nunca mais.
Eu estou curada de você.
Só queria que você soubesse que ele cuida de mim enquanto você sempre foi aquele que me machucou. Ele me apoia enquanto você sempre duvidou do meu potencial. Ele eleva o meu vôo enquanto você sempre cortou as minhas asas. Ele se insere nas minhas amizades enquanto você sempre as podou. Ele conversa com meus pais como se fossem amigos de anos enquanto você sempre estava emburrado e mal humorado. Ele está sendo tudo aquilo que você nunca conseguiu ser e eu só queria que você soubesse disso.
Estou feliz como nunca estive em anos. Seu nome nunca mais vai me afetar. Eu finalmente estou livre.

germana K

Nenhum comentário:

Postar um comentário