Hora Certa

- 16:48 ❞

Você já perdeu seu tempo com alguém que só te atrasava?
Talvez você estivesse insistindo em chegar
Aonde ninguém te esperava
Querer viver um momento pelos dois
É o que nos faz dar prioridade
A quem sempre nos deixa pra depois

É como a história da menina que estava sempre atrasada
Porque vivia adiando a si mesma pra viver agradando aos outros

No relógio do chefe, questionamento não era o ponto:
Bate o ponto e pronto. Um dia ganharia aumento. Mas nunca era o momento
Porque ser realizada ainda não é do seu departamento. Calma!

No relógio da mãe, ainda era cedo pra ela sair de casa.
Que pressa é essa? Ela não queria ficar, mas foi ficando tarde, e aí foi ficando, ficando.
No relógio da amiga, já tinha que ter casado há horas.
Mas não era a hora dela, que acabou casando só pra sair de casa
E o casamento foi acabando, acabando.

Quanto mais se comparava, mais se atrasava
Por estar sempre esperando algo de alguém,
O que era dela, nunca era o que ela esperava.
Mas não questionava porque, no relógio da sociedade,
Tinha sempre que chegar primeiro
E parar com essa bobagem de querer viver cada segundo.

Foi assim até perceber que a tal da hora certa não chega ao mesmo tempo pra todo mundo.
Se não é o tempo do outro que lhe situa, a hora certa é a sua.

Quando passou a respeitar seu próprio tempo
Se libertou da cobrança de se encaixar nas agendas sempre lotadas
Engraçado é que quem antes adiava, agora, é quem convida
E a menina que chegava sempre atrasada
Entendeu que não existe hora errada
Quando o compromisso é com a própria vida.

- Hora Certa, Allan Dias Castro

Nenhum comentário:

Postar um comentário