Almas Gêmeas

- 00:17 ❞

Meu amor, se eu soubesse que essa seria a última vez, a última briga e o último copo de whisky eu teria aproveitado mais, gritado mais, gemido mais e bebido mais. Teria ficado completamente fora de mim, como se fosse outra pessoa. Eu gostaria de ter feito mais, muito mais. Te botar para fora de casa, te jurar amor eterno (mesmo que fosse mentira) e te dar vários amassos no caminho do chuveiro até a cama. Mas você sabe, o amor não é uma coisa tão fácil de ser medido. Não dá para saber quando começa, quando acaba, quando gosta um pouquinho ou muitão. Contudo, pode ter certeza que eu senti, que eu amei e que eu, com o maior prazer do mundo, saí espalhando esse amor por aí. Eu tenho certeza que esse amor não foi em vão e que você não foi um erro. Até porque, você sabe, depois da primeira pessoa errada, a gente conhece outra de longe, até pelo modo de sorrir. Talvez eu esteja equivocada, mas acho que quando alguém vale mesmo a pena, a gente sente. E eu senti que você valeu a pena! Pode ter certeza que mesmo que eu não seja a sua primeira opção, mesmo que os ventos te levem pra outra direção, mesmo que eu não seja a protagonista dos teus sonhos, mesmo que nas tuas lembranças de mim só restem os destroços, eu te amarei, lá no fundo eu o amarei. Lembro-me quando ainda éramos meros desconhecidos e eu te observava durante a aula, quase o tempo todo. Você me olhava e eu tentava disfarçar, mas às vezes você percebia e me encarava sorrindo até eu olhar de volta e ficar vermelha de vergonha. Embora tenha algumas vezes que eu também te pegava me olhando; mas ao contrário de mim, você não ficava vermelho de vergonha, você gostava, sorria e ainda mandava tchauzinho. Você era um verdadeiro filho da puta, mas isso não impediu que eu me apaixonasse por você. Nós tivemos uma história de amor linda! Cheia de aventura, traição e brigas que sempre acabavam com nós dois nus de conchinha na cama. Tudo o que eu vi em filmes e sempre desejei para mim, me iludia imaginando que um dia eu encontraria alguém para tornar tudo verdade, você tornou. Você fez as minhas ilusões deixarem de ser apenas ilusões, tornou meus sonhos realidade e meus medos meras bobagens. Nosso romance foi quase como um filme, ou até mesmo uma estória feito Romeu e Julieta. Desastres, brigas, guerra, beijos. Mas, meu amor, você sabe que na nossa quase estória de teor romântico, somos meros antagonistas e o papel principal vai para o caos que criamos para não nos oficializarmos como almas gêmeas.

- Escritora de Cafeteria

Nenhum comentário:

Postar um comentário