Eu, Você

- 21:02 ❞

Eu confusão, você calmaria
Eu texto sem sentido, você poesia
Que sorte a minha, ter o seu amor
Sou como um espinho, venerando uma flor.

- Vitória Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário